Mercedes-Benz Bus Club

Conteúdo para quem é apaixonado por ônibus

As tecnologias de vanguarda nos ônibus brasileiros

O fato de que a indústria brasileira de ônibus é referência mundial os leitores do blog BusClub já sabem. No post desta semana, vamos falar das últimas e mais modernas tecnologias presentes nos ônibus rodoviários fabricados no País. 

Só para lembrar, algumas tecnologias que aumentam segurança e conforto já são conhecidas, como ABS, ASR (antipatinação), Top Brake, Retarder e suspensão pneumática com sistema antitombamento. É possível perceber que essas tecnologias não só aumentam de forma significativa a segurança durante a viagem, mas também — ao proporcionar reduções de velocidades de forma suave e progressiva — aumentam o conforto para os passageiros, pois reduzem os movimentos da carroceria.

Sensores com inteligência artificial

Agora vamos conhecer as mais recentes, que utilizam radares, sensores, câmeras e avançados sistemas de inteligência artificial e fazem parte dos futuros veículos autônomos em teste pelo mundo afora. 

Essas tecnologias foram amplamente testadas e já estão em uso em todo o mundo, inclusive no Brasil. 

Uma delas é o ACC (Active Cruise Control em inglês e Piloto Automático Adaptativo em português). Entenda como funciona! 

Por meio de sensores na dianteira, o ACC auxilia o motorista a manter uma distância segura em relação ao veículo que vai à frente, mesmo em situações de pouca visibilidade, como em estrada com neblina ou à noite. 

O motorista escolhe uma distância mínima de até 200 m que o ônibus deve manter do veículo que segue à frente e o sistema acelera ou freia para manter a distância previamente programada. 

Por exemplo: no ACC disponível para os ônibus rodoviários Mercedes-Benz O 500 RS, o RSD e o RSDD são sete estágios marcados em segundos para definir a distância do veículo à frente. 

Piloto automático convencional x adaptativo

Com o piloto automático convencional, se o veículo à frente reduzir a velocidade ou entrar outro veículo entre eles, o motorista precisa pisar no freio para reduzir a velocidade e o piloto automático é desligado. 

No ACC, se necessário, o próprio sistema aciona o freio sozinho para manter a distância programada de segurança. Se o veículo à frente volta a aumentar a velocidade, o ACC acelera sozinho o ônibus até atingir a velocidade previamente programada. O motorista precisa cuidar apenas do volante. Assim, quando o motorista programa, por exemplo, o estágio de 4 segundos, o ônibus vai manter a distância de 144 metros do veículo à frente se este estiver a 100 km/h. Se o veículo à frente reduzir para 60 km/h, o ônibus vai manter os 4 segundos de distância, porém, em metros, ela será menor. 

Frenagem de emergência

Junto com o ACC, há o AEBS (Sistema Avançado de Freio de Emergência em português), tecnologia também disponibilizada pela Mercedes-Benz. Para frenagens normais, apenas para ajustar velocidade, o ACC usa o sistema convencional de freios do ônibus, incluindo o Retarder. Mas, em caso de uma frenagem de emergência, o ACC aciona o AEBS, que primeiro avisa o motorista por meio de alarmes visuais e sonoros e faz uma leve intervenção nos freios, mas, caso o motorista não reaja, o sistema vai aplicar toda a força para parar o ônibus no menor espaço possível.

Sempre dentro da faixa

Já o LDWS (Lane Departure Warning System ou Sistema de Aviso de Faixa) é uma tecnologia de extrema importância nas estradas. Trata-se de uma ferramenta que detecta a posição do ônibus em relação às faixas de rolagem, tanto do lado direito como esquerdo, por meio de uma câmera instalada no para-brisa. Se o motorista invadir algum dos lados sem ter acionado a seta, o sistema entende que há desatenção e imediatamente emite um aviso sonoro e visual no painel de instrumentos. 

Sem susto de pneu vazio

Outra tecnologia para aumentar a segurança é o TPMS (Tyre Pressure Monitoring System ou Sistema de Monitoramento da Pressão e Temperatura dos Pneus). Essa ferramenta que, como o nome sugere, por meio de sensores montados próximos a cada um dos bicos de ar dos pneus, informa ao condutor sobre a situação de cada pneu. 

Muitas outras tecnologias estão em desenvolvimento e, em breve, serão apresentadas aqui! Agora, na sua próxima viagem de ônibus rodoviário, observe as tecnologias que estarão nos ônibus e nos conte a sua experiência! 

Veja também no BusClub